Coronavírus e a Astrologia

Um evento chamado Cisne Negro, previsto no ano passado, que agora se mostrou ser uma epidemia global

Coronavirus astrology

Em algumas análises de Horóscopo para 2020 feitos por astrólogos no decorrer do ano passado e algumas análises após o surgimento da doença, foi prevista a possibilidade de um evento econômico chamado Cisne Negro que poderia ser desencadeado pela conjunção Saturno-Plutão em 12 de janeiro no signo de Capricórnio, o signo que governa os governos e a economia.

Esses dois planetas se alinharam em Capricórnio da última vez em 1518, e agora seguem viajando em contato próximo, de dezembro de 2019 até o final de fevereiro de 2020.

Fiel à natureza de um cisne negro, esta ocorrência mundial repentina e impressionante está de fato alinhada com grande parte da previsão astrológica de 2020. Embora as previsões tenham sido feitas meses antes de qualquer menção ao surto de coronavírus em Wuhan, na China, um evento como esse tem uma longa pegada histórica - pelo menos, segundo a astrologia.

Leia mais sobre os outros signos em O Livro dos Signos.

Saturno e Plutão agitam as economias, trazem ameaças ocultas à luz.

Como previsto sobre a conjunção de Saturno e Plutão, a economia global pode muito bem estar sujeita aos perigos sempre presentes da deterioração econômica. Isso poderia preparar o cenário para a reviravolta final da trama plutoniana. Um evento do cisne negro - um termo para denotar um evento aleatório que ocorre fora de todas as perspectivas conhecidas de modelagem estatística ou status quo, uma surpresa absoluta.

No momento em que este post está sendo escrito, as ações dos EUA e no Brasil mergulharam acentuadamente nos últimos pregões devido a medos e desenvolvimentos induzidos por vírus. Houve vários circuit-breakers nas bolsas pelo mundo afora. Os mercados da Europa ao Brasil e à Ásia ficaram abalados por preocupações com o impacto econômico do coronavírus.

A China, onde o coronavírus se originou, é a sede da manufatura global, e os desligamentos do coronavírus resultarão em “dezenas de bilhões de dólares em crescimento perdido apenas neste trimestre”, segundo a CNN, em um artigo que também alerta que “grandes surtos no Japão, Coréia do Sul e Itália ressaltam o risco para outras grandes economias do coronavírus”. Com o coronavírus se espalhando nesse ritmo, é quase certo que em breve afetará todos os países e suas economias, pois a cadeia de suprimentos global interrompida agora exporta pânico.

O primeiro caso foi detectado quando Júpiter entrou em Capricórnio, uma localização complicada.

Em 1 de dezembro de 2019, o primeiro caso de “2019-nCoV”, como é chamado o vírus, foi detectado em Wuhan, China. Isso ocorreu quando Júpiter - o planeta das viagens e trocas internacionais - se preparava para terminar uma visita de 13 meses ao signo de Sagitário. Em 2 de dezembro, Júpiter entrou em “queda” (sua posição enfraquecida) em Capricórnio, juntando Saturno e Plutão nesse signo preocupante. O efeito da presença de Júpiter poderia ter agido como uma válvula de liberação em coisas que foram mantidas suprimidas ou ocultas - incluindo um vírus.

Saturno e Plutão se encontraram em tempos de guerra, recessão e revisão financeira.

Saturno e Plutão se encontram a cada 33-35 anos, mas em um signo diferente, levando quase três séculos para retornar a um signo. A última conjunção Plutão-Saturno em 8 de novembro de 1982 coincidiu com o fim de uma breve recessão. Historicamente, houve incidências de abalos ou guerras econômicas quando esses dois planetas se uniram.

As conjunções de Saturno-Plutão de 1914-15 acompanharam o início da Primeira Guerra Mundial e se estenderam até a próxima conjunção Saturno-Plutão (em Leão) em 1947, alinhada com o final da Segunda Guerra Mundial.

Em 16 de novembro de 1914, houve o Pânico Financeiro de 1914. Com a guerra iminente ameaçando os mercados globais, investidores assustados retiraram seus títulos em uma corrida por dinheiro e ouro. Isso levou a um encerramento sem precedentes da Bolsa de Londres por cinco meses e da Bolsa de Valores dos EUA por quatro meses. Durante seis semanas, durante agosto e início de setembro de 1914 - quando Saturno e Plutão fizeram contato próximo - quase todas as bolsas de valores do mundo foram fechadas.

Bioterrorismo e o Ano do Morcego, digo, Rato.

O Ano do Rato começou em 24 de janeiro de 2020, no Ano Novo Lunar e, curiosamente, o coronavírus foi originalmente identificado em um membro da família dos roedores, o morcego. De onde o coronavírus realmente se origina? Com Plutão, obscurecendo astuciosamente os fatos em camadas de segredo, não é surpresa que as teorias de conspiração surjam nesse momento.

Poderia ser um ato de bioterrorismo como muitos estão especulando agora? Com Plutão, o governante do submundo, alinhado com o pesado Saturno em Capricórnio, o signo que rege os interesses corporativos e governamentais, é provável que continue sendo uma provável história, que talvez nem saibamos qual é de verdade.

Saturno vai para Aquário, um signo de ar, em 21 de março.

Em 21 de março (amanhã), Saturno começará sua primeira etapa de uma viagem de três anos no signo de Aquário, que é um signo de ar. Isso indica que alguns desafios podem surgir através de qualquer coisa espalhada pela atmosfera, incluindo infecções respiratórias e doenças transmitidas pelo ar.

Como criador de limites, Saturno entra no signo que governa a sociedade e a comunidade - todas as reuniões de grupos - essa fase terá impacto nos serviços sociais e comunitários. Provavelmente, veremos a marca de Saturno na saúde pública e nos serviços administrados pelo governo sob o domínio aquariano, com longas filas e burocracia. Com a tendência de Saturno de ser extremamente cauteloso, as pessoas podem se tornar mais divididas, colocando em quarentena ou impedindo o acesso. Saturno em Aquário poderia causar o cancelamento de eventos, feriados e conferências - em qualquer lugar onde grandes grupos de pessoas se reúnem.

Uma escassez de máscaras faciais pode estar à nossa frente, uma vez que a China produz 90% da oferta mundial, para não falar da necessidade de medicamentos genéricos, que a China também fabrica. Enquanto isso, enquanto consideramos a astrologia e o coronavírus, vamos dar uma dica de Aquário, o Portador da Água… e lavar as mãos.


Visite nosso canal no Telegram, receba notificações para novos posts e conheça outros leitores!