quinta-feira, 26 de outubro de 2017

Wunjo - a runa da alegria

Felicidade e alegria são duas sensações muito superestimadas hoje em dia. Vivemos na era das romantizações (inclusive algumas coisas que nunca deveria ser, mas fazer o quê né) e portanto estados como alegria, felicidade, contentamento, satisfação, tendem a ficar no topo del istas que nem sequer deveriam ser citadas.

Precisamos nos conhecer bem para não cairmos no conto de fadas do "felizes pra sempre" porque a vida é algo mutável, nós somos criaturas mutáveis e portanto essa de felizes pra sempre não existe. Mas o estado feliz, contente, satisfeito/a, existe e é sobre isso que Wunjo trata, sem romantizações.

Wunjo é aquela sensação de trabalho bem feito. A satisfação de terminar algo que é realmente difícil e ao terminar você olhou e gostou do que olhou. É aquele momento que paramos para achar graça em ver algum animalzinho brincando, ou quando rimos junto com um bebê que acha graça de qualquer coisa. Isso é Wunjo.




Em Gebo entendemos que a comunhão entre pessoas com os mesmos objetivos é o que nos move a procurar sempre nossa "tribo", pois bem, Wunjo é a sensação que experimentamos quando encontramos essa "tribo". Esse "poder contar" com pessoas que nos amam em reciprocidade. Esse contentamento em entender que finalmente encontramos nossa "tribo".

Principais Significados: Alegria, contentamento, satisfação, encontrar seu lugar no mundo.

Conselhos: Saiba reconhecer momentos e pessoas que valham o seu tempo. Alegria é quando todos estão alegres e não só você. Saiba reconhecer quem são os seus.

Wunjo Invertida: Sozinha não é a ausência da alegria. Ou tristeza. Antes, é a atenção que você deve dar para que esses sentimentos sejam mais comuns no seu dia-a-dia. Se sair junto com Hagalaz ou Naudhiz pode significar tristeza em forma de doença portanto ajuda profissional deve ser exigida.

Conteúdo Correspondente