sábado, 13 de maio de 2017

A Mãe de cada Signo

O Dia das Mães está aí! Por mais que gente brigue com ela, mãe é mãe e no final não tem como não ficar tudo bem. Algumas pessoas são muito ligadas à mãe, outras têm dificuldades de relacionamento. Existem mães que se doam por inteiro e aquelas mais egoístas. O que será que influencia essas diferenças?

A Astrologia explica muitas questões da maternidade, tanto no que diz respeito ao que esperamos da nossa mãe, quanto em como as mulheres se doam na maternidade. Que tal entender um pouquinho mais sobre esse dom de saber ser mãe?

A Lua representa os primeiros meses de vida de um ser, quando para a criança, não existe separação entre ela e a mãe. Só com o passar do tempo a criança começa a entender que é um ser individual, diferente da mãe. Na infância, a Lua indica a imagem que temos da mãe ideal, as expectativas que temos em relação ao papel de mãe.




A presença ou a ausência da mãe em nossas vidas também está traçada no Mapa Astral, de acordo com o posicionamento da Lua. Além do que a mãe representa para todos nós, a Lua também tem forte influência nos Mapas femininos, determinando a maneira como cada mulher será mãe.

A casa e o signo em que a Lua está posicionada, assim como os aspectos que ela faz com os outros planetas irão determinar as características maternas e o que esperamos das nossas mães. Quem tem a Lua em Peixes, por exemplo, tem forte ligação com a mãe. Por outro lado, mães com a Lua em Escorpião são controladoras e possessivas. A Lua na casa 8 indica que a figura materna é algo fascinante para a pessoa. Já quem tem a Lua na casa 12 pode ter uma relação complexa e dificuldades para lidar com a mãe.

Além do posicionamento da Lua, o planeta Vênus também influencia no lado materno. A casa 5 indica como as pessoas se relacionam com os filhos.

Conteúdo Correspondente