quarta-feira, 9 de novembro de 2016

Inum Coeli Responde: Astrologia e Roda do Ano

Estamos começando uma nova leva de posts ocasionais aqui no Inum Coeli, onde respondemos dúvidas dos internautas. A pergunta de hoje foi enviada pelo Leonardo Sousa, após assistir o vídeo sobre a Constelação de Serpentário no canal O Chifre Cerimonial.

Veja abaixo...

Boa Noite,

Primeiramente preciso lhe parabenizar pelo canal, amo seus vídeos e aprendo muito com eles, a forma que você explica as coisas ajuda muito no esclarecimento de diversas dúvidas minhas. Espero que continue com esse trabalho maravilhoso.
Então, descobri o canal a pouco tempo e resolvi ver todos os vídeos desde o primeiro antes de mandar um e-mail, já que minha dúvida já poderia ter sido respondida, estou estudando os vídeos de chakras no momento, mas acabei de assistir seu vídeo sobre o signo serpentário, é sobre um assunto que me confunde muito e resolvi assistir o mais rápido possível. Em determinado momento do vídeo você comentou que os signos se baseiam em um sistema parecido com a Roda do Ano, só que ela é bem diferente do hemisfério norte para o hemisfério sul, se Áries é a primavera no norte, aqui ela acontece no signo de Virgem eu creio. Como isso afeta a astrologia? Eu sou escorpiano e me indentifico muito com meu signo, com todo o meu mapa astral na verdade, mas com base nisso eu seria um geminiano então? Existe um lance de egregora ou algo assim?
Outra dúvida, até eu comprar livros sobre astrologia, alguns quais que permitem que você faça mapas astrais relacionando tabelas e etc, e que tenham um conhecimento mais preciso sobre astrologia, todo meu conhecimento provêm da internet, fiz meu mapa astral em sites de internet inclusive, eles são confiáveis em questão de apenas fazer o mapa, sem demais explicações? ou seria melhor procurar um astrólogo para fazer um mapa mais preciso?

Se for possível, agradeceria qualquer material sobre o assunto, pretendo me especializar em astrologia ocidental e quem sabe um dia na Indiana também.

Desde já agradeço.

Bom dia Leandro,

Então, a Astrologia usa um formato parecido com o da roda do ano de religiões pagãs, mas isso não necessariamente afeta as pessoas que estão em outro hemisfério, pois as simbologias vêm do estudo dos planetas em relação à esse ciclo. Seu signo, novamente, não muda pelo fato de você ter nascido no hemisfério sul pois o sol não estava em posição diferente da qual ele estaria no hemifério norte.

A astrologia se usa dos solstícios e equinócios para fazer a marcação de cada um dos meses, e as simbologias surgiram posteriormente. Mesmo que, por exemplo, dia 1 de janeiro seja inverno em um hemisfério e verão em outro, os dois sempre serão do signo de capricórnio, pois ele é mapeado em uma posição fixa em relação ao céu, que era o céu da época.

Não existe algo como egrégora ou grupos de energias na astrologia, pois ela trata essencialmente da relação entre o indivíduo e o mundo. Os planetas mais internos explicam a pessoa mais de perto, ao passo que os planetas mais externos explicam a pessoa nos termos de sua relação com a sociedade, e assim por diante.

No entanto, nada impede que seja feito um estudo da conversão da astrologia ocidental da forma como ela é feita, para uma aplicação mais localizada. A astrologia hindu e oriental, inclusive, trabalham com sistemas diferentes e adaptados à sua cultura local.

Quanto à manufatura do mapa, a maioria dos sites é razoavelmente preciso em dizer as posições e trânsitos planetários e não há nenhum motivo para você não usá-los para fazer seu mapa. No entanto, as leituras do mapa são mais pessoais e isso varia de astrólogo para astrólogo, segundo sua conexão com o oráculo e a forma como estes entendem e transmitem o conhecimento.

Espero que minha resposta tenha satisfeito suas dúvidas.

Conteúdo Correspondente