terça-feira, 23 de fevereiro de 2016

Já falou com seus Deuses hoje?

Hoje vamos inaugurar as postagens do meu marido aqui no Inum Coeli. Ele tinha um outro blog, e em vista do seu fechamento, estou trazendo o ótimo conteúdo dele para cá. Caso queiram, também poderão acompanhar mais no canal O Chifre Cerimonial. Aproveitem!

No meu último post, eu falei sobre o bom humor na hora de falar com os Deuses, mas acho que ninguém andou me dando muito crédito (snif) por isso volto a falar com mais propriedade sobre isso nesse post. Bom, você já falou com seus Deuses hoje?

Se a simples ideia de ter Eles tão próximos que podemos até bater papo atoa ou se essa intimidade te incomodar de qualquer forma ao ponto de te deixar desconfortável, então cuidado, você pode ter conceitos cristãos mais fortes do que imaginou.

Eu fui cristão por algumas décadas e realmente acreditava naquilo tudo e professava tudo o que eu lia na bíblia. Por isso posso dizer com propriedade que, esse conceito de que Deus está lá "em cima" (em cima= inalcansavel) enquanto nós "meros" humanos estamos aqui embaixo (embaixo= insignificante, invisível, desmerecedor) é um conceito totalmente cristão. Duvida? Bom, analisemos. Quando a Igreja (por motivos políticos e principalmente financeiros) quis ser a nova forma de governo da época o que fizeram? Mesclaram as religiões vigentes da época, as datas comemorativas, as responsabilidades, deram ao Mestre Jesus o título de Cristo (porque até então ele era só Jesus de Nazaré) e combateram o que mais ameaçava tirar deles o cargo de nova religião: a proximidade que nós tinhamos com os Deuses. Fazendo o que? Primeiro: deixando só dois Deuses(um até então o "pai" de Jesus) e fazendo o ser humano entender que ele não era NADA perante DEUS. Rebaixar assim a humanidade deixou eles sensíveis o suficiente para controlar todo mundo, mantendo a supremacia religiosa, e ajudou eles também a afastar nós pagãos dos cristãos nos acusando de sermos adoradores do demonio (o outro Deus da Igreja Cristã) por isso merecendo as piores mortes da história.

Estou falando da igreja cristã no começo de tudo. Hoje reconheço, que, por exemplo, o espiritismo é cristão, mas ele tem uma visão bem mais realista do que é o ser humano.

Vamos entender de uma vez por todas que os Deuses estão ENTRE nós. Claro que nem todos moram na terra. Alguns tem suas moradas em dimensões etéreas, mas quando falamos com eles, todos Eles VEM até nós. Tanto que alguns feiticeiros conseguem ver Eles em suas formas reais. Portanto, queridas e queridos, vamos parar de ser tão sérios quando falamos com Eles. As vezes eles só querem bater papo com a gente!

Quando dançamos pelados no mato (sim, alguns de nós ainda fazem isso. Eles ahazam!!!) não dançamos PARA Eles e sim COM Eles! E se Eles estão alí do nosso lado, POR QUE NÃO CONVERSAR ATOA COM ELES?!?!?!?!

Entendam, não condeno, do forma alguma (não sou loka o suficiente) quem leva esse segmento mais sério e rigorosamente formal, acredito que todos temos nosso jeito intimo e pessoal de adorar cada um Deles, maaaaaaaas pô vamos ser amigos deles, só para variar um pouco!

Não foi uma, nem duas, nem dez vezes que, quando exponho esse conceito meu de aproximação com Eles, que me vem uma pessoa perturbar dizendo que esse é o método mais desrespeitoso que já viu. Gente! desrespeitoso é negar que Eles existem!

A cerimonia deve ser feita de um modo sério e respeitoso, afinal são seres mais evoluídos que nós? Sim, CLARO! Mas e no dia-a-dia? Quando não estamos fazendo nada? Sabe aquelas conversas que temos conosco sobre qualquer assunto, tente ter essas mesmas conversas com Eles. Eu APOSTO que você vai se assustar com o tamanho do interesse Deles em assuntos que para nós são simples e banais. Afinal, alguns Deles nunca foram humanos, então eles não sabem ao certo como é ser um. Não seria legal se nós mostrassemos para Eles como é? Até mesmo, quem sabe, cedendo parte da nossa consicencia para Eles, de vez em quando?

Está achando tudo o que escrevi até agora uma bobeira sem tamanho, ou "onde já se viu eu ter um relacionamento com um ser tão supremo"? Então você compartilha conceitos cristãos ainda. E se for levar em conscideração que foram eles mesmo que quase mataram todas as nossas irmãs (sem falar nos homens, claro, ou você acha que só mulheres dançavam nas florestas?) então eu questiono a sua "seriedade". Porque ela pode ser um cristianismo disfarçado.

Nós somos Deuses em construção.

Pensem nisso.

Blessed! Céad mille fáilte!

Conteúdo Correspondente