segunda-feira, 7 de setembro de 2015

Como reconhecer uma pessoa de Virgem

Você pode reconhecer um virginiano no dia seguinte de uma festa. Você não o verá com ressaca, naturalmente, pois ele bebeu e comeu com moderação. Uma amiga o visita e pergunta sobre a noite e ele diz: "Nós éramos em quatro casais e três solteiro, eu e dois jornalistas recifences. Os casais eram fulano e fulana, beltrano e beltrana, os anfitriões, mais dois jovens recém-chegados de Vancouver. Por causa deles, falou-se inglês quase a noite toda. O sotaque dos jornalistas era sofrível. Beltrano escorregava no sotaque. A moça de Toronto usava uma pulseira com duas serpentes entrelaçadas e os olhos da serpente eram da mesma cor dos brincos, e o marido estava de tênis e gravata. Um dos jornalistas acendia um cigarro a cada sete minutos e meio, o outro sempre botava duas pedras de gelo a mais no seu conhaque. Fulana agora está com a mania de cruzar e descruzar as pernas sem parar, e o anfitrião ultimamente só anda ouvindo jazz, muito favorecido, aliás, pela posição das caixas de som, que estava, à esquerda do..."

Então a amiga interrompe: "mas sobre o que vocês falaram?" "Ahh, generalidades", ele diz, continuando a descrição da aparelhagem de som. "Mas pelo menos dá para me dizer se a festa estava boa?", a amiga se impacienta. "Como?", então você percebe que ele parece acordar de um sonho. "Você gostou?" "Ah", conclui o virginiano, "não tive tempo de pensar nisso, mas notei que as estantes estavam cheias de poeira." À primeira vista, o virginiano parece um chato, mas ninguém na festa achou isso. Ao contrário, foi o único de quem todos gostaram, sem exceção, porque ele estava tão ocupado em reparar no ambiente que mal incomodou os outros com sua presença.




Assim você reconhece um virginiano: grande observador e classificador da vida, o detetive do zodíaco, sempre munido de uma lente de aumento capaz de detectar o menor detalhe. Às vezes um ou outro pormenor lhe escapa, como quando ele é incapaz de dizer se, no conjunto, a festa estava boa ou má. Para o virginiano, o mundo é um extraordinário maquinismo suíço, e ele prefere desmontar e analisar o relógio a perguntar que horas são. É por isso que eles são insubstituíveis. Sem eles, estes cientistas da vida social, maníacos por classificações, obsessivos por detalhes, o mundo perderia muito de suas nuances invisíveis a olho nu.



Leia sobre o significado dos outros signos em Como reconhecer os Signos.
Leia outros artigos sobre o seu signo em Tudo sobre Virgem.
Leia mais sobre os outros signos em O Livro dos Signos.

Conteúdo Correspondente