sábado, 12 de setembro de 2015

Como reconhecer uma pessoa de Libra

Alguns amigos lhe convenceram a passar em uma exposição de arte logo ali do outro lado da rua. Logo que você entrou naquela sala cheia de gente, um sujeito simpático vem em direção a seus amigos. "Nossa, há quanto tempo." E para você "Acho que ainda não fomos apresentados, mas já ouvi muitos elogios ao seu talento." "Estou incrivelmente feliz em revê-los" - ele continua - "olha, a exposição está incrível. Acho que é a melhor do ano. Os títulos dos quadros são incrivelmente modernos, não fica nada a dever ao Soho. Fiquem à vontade, o vinho que estão servindo é in-crível. Não desapareçam, heim, agora que eu reencontrei vocês, não perco mais."

Envaidecido pelo reconhecimento fulminante da sua pessoa - você, que pensava ser um peixe fora d'água nesses eventos de arte - pergunta: "Me digam, quem é esse cara tão atencioso? o dono da galeria? o marido da pintora? o patrocinador dos convites?" Nada! Provavelmente, nem a pintora nem galerista o conhecem, pelo menos até esta noite. Ele é, simplesmente, cem por cento libriano. O grande promoter do zodíaco. Alguém cujo sincero desejo de agradar supera todas as convenções.

Um libriano faz as honras da casa até quando a casa não é dele: nada é mais vital para Libra do que os rituais sociais e as boas-maneiras, aí incluídos elogios à queima-roupa, frases sob-medida e olhares derramados. Mas seria uma calúnia afirmar que ele não passa de um bajulador hipócrita. O libriano acredita honestamente que aqueles quadros da exposição são divinos, e que ter conhecido você foi a coisa mais importante da sua vida - pelo menos até sair para a próxima exposição.




O desejo de agradar do libriano está intimamente ligado à imperiosa necessidade de que todos o vejam como a criatura mais agradável da face da Terra: por isso ele se empenha tanto em se tornar a imagem mais charmosa e comentada da noite, competindo inclusive com os próprios quadros. Libra necessita ser aceito socialmente - e isto não é exatamente um defeito. Para outros signos incapazes de dar a devida importância às aparências, este signo regido por Vênus pode parecer um tanto fútil. Mas isso é puro preconceito: o que seria do Olimpo sem sua Afrodite sacudindo os cabelos na espuma da praia? Provavelmente, um antro de deuses brigões, descompostos e sem nenhum talento para amenidades que adoçam a vida até mesmo dos imortais.



Leia sobre o significado dos outros signos em Como reconhecer os Signos.
Leia outros artigos sobre o seu signo em Tudo sobre Libra.
Leia mais sobre os outros signos em O Livro dos Signos.

Conteúdo Correspondente