sábado, 26 de setembro de 2015

Como reconhecer uma pessoa de Aquário

Dizem que o aquariano, por ser regido por Urano, um planeta descoberto durante a Revolução Francesa, é o exemplo de cidadão do mundo, um porta-voz nato do lema "igualdade, liberdade, fraternidade". Isto pode ter sido em 1789, quando a democracia ainda era novidade. De fato, o aquariano sempre foi um cidadão do universo, muitos anos-luz adiante do seu tempo, ou, no mínimo, em dia com as causas mais revolucionários de sua época. Hoje, ele seria um veterano do Greenpeace, assim como na década de 60 deve ter sido o primeiro hippie da cidade.

O aquariano típico é aquele camarada que estava bolando certas reformas religiosas antes da revolução de Lutero nascer, cantava a Internacional quando Lênin ainda freqüentava o grupo escolar e já imaginava a teoria da relatividade quando Einstein usava fraldas. Pode não ter tido o gênio destes três mas, seguramente, enxergava tão longe quanto eles. Na pele de herege, cientista ou reformista social o aquariano é o grande inventor do zodíaco, um utopista incorrigível, o livre-pensador um tanto aéreo que nunca desprega a cabeça das grandes e nebulosas causas da humanidade.

Naturalmente, eles ficam tão vidrados em suas causas abstratas que não enxergam um palmo adiante do nariz! O aquariano é também aquele que, por amor a humanidade, não hesita em sacrificar um ou dois homenzinhos de carne e osso. Em contrapartida, são os seres mais despreendidos e despreonceituosos do zodíaco. Você nunca verá um aquariano racista ou machista, a não ser que seja um gravemente neurótico.




Muito mais comum será encontrá-lo numa roda de amigos discutindo sua nova teoria para a solução dos problemas do governo: terceirizar o executivo e contratar consultorias internacionais para ocupar os ministérios. Impraticável? Protestantismo, comunismo e teoria da relatividade também pareciam, no início.



Leia sobre o significado dos outros signos em Como reconhecer os Signos.
Leia outros artigos sobre o seu signo em Tudo sobre Aquário.
Leia mais sobre os outros signos em O Livro dos Signos.

Conteúdo Correspondente